À mesa com Izakeline Ribeiro: Feira fortalece vinhos da América do Sul

Wine South America celebra resultados e confirma segunda edição para setembro de 2019

Postado em : 05/10/2018 5h05 Em:

Entre 26 e 29 de setembro, cerca de 250 marcas expositoras – entre elas 100 vinícolas nacionais – mostraram a qualidade de seus vinhos, espumantes e sucos para um público qualificado, de compradores focados em negócios a enófilos. A primeira edição da Wine South America encerrou com saldo positivo para o setor vinícola brasileiro e consolidou-se como a principal feira de vinhos das Américas. A feira registrou 6 mil visitantes – provenientes de 25 Estados brasileiros e 16 países – um público qualificado e alinhado às propostas de feira.

Primeira edição encerra com público qualificado de 6 mil visitantes de 26 a 29 de setembro, em Bento Gonçalves. Fotos: Vagão Filmes/ Divulgação

Primeira edição encerra com público qualificado de 6 mil visitantes de 26 a 29 de setembro, em Bento Gonçalves. Fotos: Vagão Filmes/ Divulgação

 

Foram mais de 400 rodadas de negócios pelo Projeto Comprador – que leva compradores de diferentes estados para conhecer onde são produzidos os vinhos brasileiros – realizado em parceria com o Instituto Brasileiro do Vinho – Ibravin, Sebrae – RS e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), além de inúmeros encontros de networking envolvendo empresas vinícolas e varejistas nacionais. Também promoveu cerca de 50 conteúdos técnicos (entre palestras e degustações orientadas, por exemplo), que colaboraram para a promoção do conhecimento sobre o mundo do vinho.

Entre os destaques, o especialista – master of wine britânico – Alistair Cooper comandou uma degustação de espumantes brasileiros e declarou estar impressionado com a qualidade das borbulhas brasileiras. A degustação técnica ‘Diferentes Estilos de Espumantes Brasileiros’ revelou a qualidade dos diferentes tipos de espumantes que podem ser produzidos na região do Vale dos Vinhedos. “Todos os produtos degustados apresentam riqueza e equilíbrio entre açúcar e acidez – a altitude e a variação de temperatura entre dia e noite são fatores chave para essa produção. Além disso, possuem boa relação custo e benefício. Portanto, penso que a chave é o Brasil se posicionar como produtor Premium e focar no método tradicional, que transmite mais seriedade”, afirmou. Cooper ressaltou ainda que o Brasil produz o melhor espumante da América do Sul, mostrando sua personalidade.

Os espumantes degustados foram Don Giovanni Ouro Extra Brut, Cave Geisse Terroir Brut, Luiz Argenta Brut, Sur Lie Casa Valduga, Pizzato Vertigo Nature, Moscatel Casa Perini.

Wine South America

 

Próxima edição
A Wine South America já tem sua próxima edição confirmada: ocorrerá na última semana de setembro de 2019, em Bento Gonçalves. A parceria com a ABE também está renovada e assegurou a combinação da feira culminando, novamente, em seu último dia, com a realização da Avaliação Nacional de Vinhos, promovida pela entidade. “Estamos muito satisfeitos com o legado que a Wine South America começa a construir para o setor vinícola brasileiro. Trouxemos uma proposta de valorização da qualidade dos vinhos e espumantes brasileiros, bem como de promoção do potencial enoturístico dessa região. As vinícolas acreditaram na feira, depositaram sua confiança no projeto, trabalharam em conjunto conosco para oferecer um encontro com alto padrão de excelência e o resultado apareceu. Acredito que essa primeira edição da Wine South America terá efeito multiplicador”, avalia Alberto Piz, Diretor da Milanez & Milaneze, empresa promotora da feira e subsidiaria do Grupo VeronaFiere.

Busca Estabelecimentos

digite os campos abaixo para fazer uma busca refinada em nossos estabelecimentos: