Na cozinha com Leo Gondim: Cozinha e hospitalidade

Postado em : 29/10/2015 12h12 Em:

Nosso convidado de hoje é um jovem chef que vem se destacando na área da alimentação, com trabalho prático e primoroso, e que aceitou nosso convite de imediato. Alisson Brilhante sempre cozinhou para amigos de maneira amadora, porém notava que tinha um dom também para desenvolver este trabalho de forma profissional.

Alisson Brilhante: negócio inclui desde cardápio até decoração

Alisson Brilhante: negócio inclui desde cardápio até decoração

Ele enxerga a cozinha como uma arte de diversas aptidões e conhecimentos necessários: habilidades manuais, criatividade, capacidade de gestão, conhecimentos antropológicos, sociais, agrícolas e financeiros.

Para Alisson é necessário que o profissional consiga exercitar essas várias facetas, lembrando que a arte culinária exige, acima de tudo, um olhar para a contemplação e a admiração do beleza – não se trata apenas de aplicar receitas e reproduzir sabor.

O chef espera que sua escolha possa servir de exemplo para pessoas que não acreditam ser possível tornar-se cozinheiro a partir dos vinte e poucos anos de idade.

Reconhecimento
Hoje Alisson trabalha com o serviço de cozinha e hospitalidade, com eventos de luxo, que podem durar apenas uma noite ou determinada temporada. Prefere o serviço de hospitalidade no qual se responsabiliza pela casa (organização, limpeza, decoração e eventos) dos clientes – da mais simples dobra de colchas de cama à montagem de mesas e arranjos florais.

O jovem tem clientes fixos e sazonais. Entre os de maior expressividade estão Agnès Monplaisir e Christian Pellerin, franceses, casados e que fazem parte da alta sociedade parisiense.

Ela é galerista e uma das 100 mulheres mais influentes no mundo da arte; ele, transcrito pela mídia nacional como magnata, é proprietário e idealizador do bairro La Defense em Paris, um das melhores novidades modernas da Cidade Luz e considerado o bairro mais contemporâneo.

Com sua competência comprovada, Alisson chegou a receber convites para trabalhar nos estrelados restaurantes de Paris, como o Apicius, com o renomado chef Jean-Pierre Vigato, e o A&M Restaurant, do asiático Fukuyama.

Sua inspiração não vem de um fator em específico, mas de vários – como, por exemplo, histórias de refeições feitas por familiares há décadas atrás no interior do Estado.

É esse chef, moderno, e que valoriza a gastronomia social e democrática, que hoje presenteia o leitor do Sabor, com uma receita simples e saborosa, além de ter toques regionais e sofisticados. Faça e bom apetite!

Busca Estabelecimentos

digite os campos abaixo para fazer uma busca refinada em nossos estabelecimentos: