Onde achar o escondidinho?

Comida regional

Postado em : 27/05/2016 0h00 Em:

Prato tradicional da culinária nordestina, o escondidinho pode ser consumido em muitos lugares de Fortaleza. Variações nos ingredientes e no modo de preparo buscam atender diferentes públicos

No Boozers, o prato é feito com macaxeira, carne seca e molho branco Foto: Helosa Araújo (23/06/2014)

Encontrar boas surpresas dentro de um recheio: eis uma das experiências mais instigantes à mesa. Se você for pensar em um prato que se apropria desse conceito muito bem e cujo nome é bastante adequado, chegará logo ao escondidinho.

Com origem incerta, ele foi batizado em pernambuco, na metade do século passado, e de lá foi se espalhando pelo resto do brasil. Mas há quem atribua à Europa, e mais especificamente à frança, a primeira das receitas.

Por aqui, os ingredientes básicos para o escondidinho tradicional são a macaxeira (também conhecida como mandioca) cozida em água, refogada com alho, cebola e batida com leite até adquirir a consistência de purê; e a carne seca cozida ou desfiada, frita na manteiga (se for da terra, melhor) com cebolas e temperos.

Com o tempo e a forte adesão das pessoas a esse prato regional, algumas variações foram surgindo, mas a ideia do segredinho escondido em um purê cremoso permaneceu. Em fortaleza, vários restaurantes oferecem o serviço. As opções não perdem de vista as novidades!

Na culinária da van, um cantinho bem aconchegante situado no benfica, podem ser encontrados três tipos de escondidinhos. Tem o de batata doce com carne de sol e requeijão de búfala (r$ 18), o de batata com bacalhau, azeitona e pimentão colorido (r$ 19); e o de purê de macaxeira com linguiça picante e queijo coalho, acompanhando de banana frita (r$ 18). Este último, garante a chef van, é o que mais sai.

“Ele é o único gratinado com maçarico. Além disso, carrega aquele gostinho de comida da fazenda. Aliás, todos são assado em forno de pedra, o que garante um sabor diferenciado”, conta van. Os escondidinhos ficam pré-prontos e são assados na hora. Em 15 minutos, no máximo, o prato chega à mesa em porções individuais.

Outra opção da Van é o escondidinho de linguiça picante Foto: Natinho Rodrigues

Outra opção da Van é o escondidinho de linguiça picante Foto: Natinho Rodrigues

Mais opções
Já no Indie Café Bistrô, eles são uma boa pedida na entrada. No cardápio, duas opções: um de purê de macaxeira com bacalhau, molho bechamel e mussarela gratinada (R$ 34); e outro de purê de jerimum, carne de sol, molho bechamel e mussarela gratinada (R$ 31). A porção serve até três pessoas.

No Boozer’s, o prato é semelhante, servido com macaxeira, carne seca e molho branco. Também serve até três pessoas e custa R$ 35.

Outro lugar que oferece um bom escondidinho é o restaurante Colher de Pau. Por lá, além dos recheios de carne seca e carne de sol (R$34,90), há uma opção com camarão (R$56,90). E todos são com o tradicional purê de macaxeira.

Segundo os chefs e proprietários dos restaurantes locais, a maioria dos clientes prefere pedir só o escondidinho. Mas se for para selecionar algo que acompanhe, vai o bom e velho arroz branco ou uma saladinha básica, com alface e tomate. Ah, uma cervejinha também é bem-vinda!

Serviço
Boozer’s Pub & Hostel
R. Carlos Vasconcelos, 834, Meireles. Aberto 24h Tel.: (85) 3261.9829

Colher de Pau
R. Ana Bilhar, 1178, Meireles. De terça a domingo, de 11h a 0h Tel.: (85) 3267.6680

Culinária da Van
R. Waldery Uchôa, 230 , Benfica. De quarta a sexta, de 17h a 0h; sábado e domingo, de 12h às 19h. Tel.: (85) 98674.9816 e (85) 98935.5735

Indie Café Bistrô
R. Vila Bachá, 05, Meireles. De terça a domingo, de 18h a 0h Tel.:(85) 3231.6341

Roberta Souza
Répórter

Busca Estabelecimentos

digite os campos abaixo para fazer uma busca refinada em nossos estabelecimentos: