Pindoretama quer atrair turistas

Postado em : 09/04/2015 12h12 Em:

Aproveitar a tradição ligada aos engenhos de cana-de-açúcar para atrair os turistas que hoje circulam a caminho das praias do Litoral Leste. Este é o desafio do município de Pindoretama, que fica a 43 km de Fortaleza e é ponto de passagem para destinos como Canoa Quebrada, Praia das Fontes e Icapuí. Para aproveitar este potencial, o Sebrae Ceará, o Instituto Frutal e a Prefeitura do Município estão iniciando um trabalho de estruturação dos atrativos turísticos locais. Este trabalho faz parte do Projeto Rota das Falésias, que pretende estruturar um roteiro envolvendo nove cidades do Litoral Leste.

A tradição dos engenhos de cana-de-açúcar existentes na região é um dos atrativos utilizados para chamar para o município os turistas que atualmente circulam a caminho das praias do Litoral Leste do Ceará.

A tradição dos engenhos de cana-de-açúcar existentes na região é um dos atrativos para chamar os turistas.

“A maioria das pessoas que passam a caminho das praias desconhecem a cidade de Pindoretama. Mas ela possui atrativos importantes que podem ser explorados como uma grande concentração de engenhos de cana de açúcar, a orquestra de sopros e a produção da maior rapadura do mundo”, afirmou Euvaldo Bringel, secretário adjunto da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará.

De acordo com a gestora estadual do Turismo do Sebrae Ceará, Evelyne Tabosa, a ideia do projeto é promover o ordenamento destes atrativos turísticos e culturais da cidade para que eles possam estar integrados à Rota das Falésias e capacitar os pequenos empreendedores para receber os visitantes.

Projeto
O projeto de turismo de Pindoretama foi apresentado em reunião realizada na Prefeitura Municipal para empresários locais, gestores públicos e parlamentares. Na oportunidade, segundo Evelyne, foi destacada a importância do envolvimento da comunidade para elaboração da iniciativa. “O sucesso do projeto depende da participação e do engajamento dos atores locais, desde o processo de sua construção até a recepção dos turistas que virão ao município”, destacou a especialista.

O próximo passo, de acordo com a gestora estadual do Turismo no Sebrae Ceará, será a elaboração de um diagnóstico para fazer um levantamento dos potenciais turísticos existentes no município e as necessidades de melhoria a serem implementadas. Além disso, será realizado um trabalho de estímulo ao associativismo visando à criação da Associação dos Engenhos, que é uma das principais atividades econômicas e cultural da cidade.

Estruturação do roteiro
Todo este trabalho, de acordo com Evelyne Tabosa, está integrado ao processo de estruturação do projeto Rota das Falésias. “O Rota das Falésias irá estruturar os atrativos turísticos dos nove municípios envolvidos, o que contribuirá para aumentar o tempo de permanência e o gasto médio dos turistas nestas cidades do Litoral Leste”, argumenta a gestora do Sebrae. A iniciativa é uma ação do Sebrae Ceará, em parceria com governo do Estado, prefeituras e empresários dos municípios de Eusébio, Aquiraz, Pindoretama, Cascavel, Beberibe, Aracati, Fortim e Icapuí.

Nota: essa matéria foi publicada originalmente no caderno Tur do Diário do Nordeste.

 

 

Busca Estabelecimentos

digite os campos abaixo para fazer uma busca refinada em nossos estabelecimentos: