Sabor consciente

Restaurante

Postado em : 16/06/2016 20h20 Em:

Inaugurado em maio, o Cora Alimentação Sustentável propõe, à mesa e fora dela, pratos e práticas preocupadas com o meio ambiente

"Sande do bem": pão bola integral, burger de berinjela, queijo parmesão, confit de tomate cereja, alface e aioli

“Sande do bem”: pão bola integral, burger de berinjela, queijo parmesão, confit de tomate cereja, alface e aioli

"Chilli Burger": burger bovino, mussarela e sour cream

“Chilli Burger”: burger bovino, mussarela e sour cream

 

Há um ditado, famoso entre pais e filhos, que diz que costume de casa vai à praça. No caso do chef de cozinha Leonardo Parente, vai também ao restaurante. Incentivador e adepto de práticas sustentáveis, ele se juntou ao amigo de infância Daniel Marques Carvalho, e os dois, como sócios, resolveram unir estilos de vida à vontade partilhada de abrir um negócio no segmento de gastronomia. Foi assim que, há pouco mais de um mês, surgiu na capital cearense o Cora Alimentação Sustentável.

O conceito, explica o chef, vai além da comida. “Muita gente pensa que alimentação sustentável é voltada ao público ‘fit’, e na verdade não é só isso. São práticas que a gente tem dentro do restaurante que se tornam sustentáveis”, esclarece. O destino do lixo produzido por lá, por exemplo, é a reciclagem. Já por meio do locavorismo (ou consumo local), o Cora busca comprar os insumos que utiliza de fornecedores cearenses.

“A gente preza muito por quem é de Fortaleza e adjacências, e isso se torna uma atitude sustentável porque, se não estou pedindo de fora, estou evitando emissão de gás carbônico com transporte muito longo. Às vezes, as pessoas pensam que é um movimento super difícil e inovador, mas, em simples atitudes que a gente toma, já estamos ajudando o meio ambiente”, considera.

Sandes

Nos pratos, alimentos naturais são prioridade – a começar pelos sanduíches, que comandam o cardápio, mas, com uma diferença: no Cora, você deve pedir por um ‘sande’, tal qual em Portugal. “Sanduíche é uma palavra mais para o inglês, e ‘sande’ é uma palavra mais aportuguesada. Como a gente quer prevalecer o que é nosso, os nossos sanduíches são chamados de ‘sandes'”, conta.

Entre os mais pedidos, destaque para o ‘Sande do Bem’ (R$ 22), servido no pão bola integral com semente de chia, burguer de berinjela, queijo parmesão ralado, confit de tomate cereja, alface e aioli feito na casa sem lactose. Outra boa pedida é o ‘Chilli Burguer’ (R$ 25), preparado no pão bola de batata doce, com burguer bovino de 150g com diminuição de gorduras, queijo mussarela, sour cream light, pesto de pimenta e peperoni, maionese de coentro sem lactose e picadinho de cheiro verde.

Todas as receitas são criações próprias, frutos das andanças de Leonardo, que já fez curso no exterior, mas faz questão de dar um toque regionalizado ao que prepara. “O que eu faço é uma mistura de tudo que gosto”, resume.

Já para beber, as dicas são os sucos especiais da casa, que reúnem misturas refrescantes. Um deles, o ‘Suco do Sol’, é feito com mel, manga maracujá e cajá. Segundo o chef, também faz sucesso o ‘Suco do Hulk’, preparado com maçã verde, hortelã, mel, limão e agrião. Todas as opções custam R$ 9 (300 ml) e R$ 12 (500 ml). Vale conhecer e aproveitar!

Serviço
Cora Alimentação Sustentável
R. Padre Luiz Figueira, 252, Aldeota. De domingo a quarta, das 18h às 22h30; sexta e sábado, das 18h a 0h.
Tel.: (85) 3119.0252

William Santos
Especial para o Sabor

Busca Estabelecimentos

digite os campos abaixo para fazer uma busca refinada em nossos estabelecimentos: